sexta-feira, 1 de maio de 2009

Operação Valquíria

     
Nome original: Valkyrie
Direção: Bryan Singer
Elenco: Tom Cruise, Kenneth Branagh, Bill Nighy, Tom Wilkinson
Gênero: Drama
Ano: 2008


     Alemanha de Hitler, ano 1944. Com a derrota iminente do III Reich, vários generais alemães planejam matar Hitler e tomar seu lugar, para assim acabar com a era do terror implantado pelo Nacional-Socialismo. Coronel Stauffenberg, ou melhor, Tom Cruise é um deles.
     O filme começa com Stauffenberg num campo de batalha, prestes a voltar para a Alemanha, escrevendo uma carta onde ele coloca seus pensamentos e a partir daí ele é o herói da trama: sua indignação com o massacre de judeus, a sensação de ter sido usado pelo Führer e sua insanidade, e sua vontade de acabar com aquela situação. Dessa maneira, com alguns aliados, ele começa a formar um plano para usar o próprio sistema de segurança do governo nazista, a Operação Valquíria, contra ele mesmo.

     Boa parte da história é chata, principalmente o início, antes de colocaram as mãos na massa. Após colocarem o plano em ação, o filme se torna mais emocionante, pois estavam cometendo alta traição contra Hitler e sujeitos a serem descobertos a qualquer hora. Entretanto, como eu temia, as críticas que li e ouvi sobre o filme estavam certas: tudo parece ser um longa de ação americano sobre a luta entre vilões e mocinhos. Tenho certeza de que se o papel principal não fosse estrelado por Cruise, o filme entraria para a lista dos ignorados, assim como o recém-comentado-por-mim, "Uma mulher contra Hitler". À parte dos quesitos técnicos que são obviamente do nível de uma alta produção hollywoodiana, o roteiro não passa daquilo que eu escrevi acima. O adjetivo correto para o filme seria "sem graça". Talvez seja o fato de o protagonista ser um astro famoso que tenha, ao mesmo tempo, rendido altos lucros mas também feito com que o filme se parecesse como uma ação (ou um filme de guerra) ficcional, perdendo seu brilho.
     "Operação Valquíria" emociona em alguns cenas e faz o espectador prender a respiração em outras, mas é tudo passageiro. A conspiração mostrada no filme foi a última das 15 com o objetivo de matar Adolf Hitler e pelo menos através dele nós visualizamos esse tipo de acontecimento que é ignorado pela história.
     

3 comentários:

Daniel A. S. disse...

Bom saber que esse filme é sem graça, assim eu nem alugo...

Um abraço!

http://daniel.a.s.zip.net

JuANiTo disse...

Eu tneho curiosidade de assistir o filme pelo fato Historico!
Muito me interesso!
Abraço!

tata disse...

pra mim foi uma boa sessão da tarde, nada além disso!

Tom Cruise não é bom ator mesmo, não tem jeito tadinho...